facebook vkontakte e signs star-full

Vacina BCG - Fundação Ataulpho de Paiva - Bula

Principio activo: Vacina BCG

Para que serve

A Vacina BCG é uma vacina liofilizada obtida de cepa viva atenuada de Mycobacterium bovis. É usada para a prevenção de tuberculose.

Contraindicação

Imunodeficiência

A Vacina BCG está contraindicada para pessoas com deficiência imunológica celular.

Indivíduos sabidamente infectados com o vírus da imunodeficiência humana (HIV), tanto assintomáticos como sintomáticos, não devem receber a Vacina BCG.

Como usar

A pele não deve ser limpa com anti-séptico. O liofilizado deve ser reconstituído adicionando no frasco da vacina o conteúdo inteiro do recipiente de diluente fornecido. O pó da vacina deve ser completamente dissolvido no diluente. Após a reconstituição, a vacina deve ser inspecionada visualmente para partícula estranha antes da administração. Se tal for observado, a vacina deve ser descartada.

Devem ser utilizadas uma seringa estéril e uma agulha estéril para a reconstituição e para cada injeção.

Programa de Imunização 

A Vacina BCG deve ser administrada a todos os recém-nascidos ao nascer.

Não há benefício comprovado de vacinação repetida de BCG contra tuberculose.

Para máxima proteção, esta vacina deve ser administrada logo após o nascimento.

Pode ser administrada ao mesmo tempo em que as vacinas:

DTP, sarampo, pólio (OPV e IPV), hepatite B, Haemophilusinfluenzae tipo b e febre amarela e suplementação de vitamina A.

Posologia do Vacina BCG - Fundação Ataulpho de Paiva

Para crianças abaixo de 01 ano de idade 0,05 mL, e para outras 0,1mL da vacina reconstituída é administrada pela via intradérmica.

Seringas especiais permitem administração da dose exata.

Reações Adversas

É normal uma reação local após BCG.

Um pequeno inchaço vermelho aparece no local da injeção, o qual gradualmente muda para uma pequena vesícula e depois para uma úlcera em 2-4 semanas.

A reação usualmente desaparece entre dois a cinco meses e em praticamente todas as crianças deixa uma cicatriz superficial de 2-10 mm de diâmetro. Raramente, o nódulo pode persistir e ulcerar.

Ocasionalmente, um aumento dos linfonodos axilares pode aparecer em 2-4 meses após a imunização.

Muito raramente, linfonodos aumentados podem supurar.

Injeções subcutâneas inadvertidas podem produzir formação de abscessos e podem deixar cicatrizes.

Quelóide e reações lupóides na pele também podem ocorrer no local da injeção.

Cuidados de Armazenamento

Devido à sensibilidade à luz ultravioleta, a vacina deve ser protegida da luz do sol. Se não for usada imediatamente após a reconstituição, a vacina deve ser colocada no gelo para ser mantida a temperatura entre + 2º C e + 8º C.

Todos os frascos abertos restantes no fim da sessão de imunização dentro de seis (6) horas de reconstituição devem ser descartados.

O monitor de frasco de vacina para este tipo de vacina fica aderido na tampa do frasco e deve ser descartado quando a vacina estiver sendo reconstituída.

O diluente fornecido é especialmente designado para uso com esta vacina.

Apenas esse diluente pode ser usado para reconstituir a vacina. Não usar diluentes de outros tipos de vacina ou de outros fabricantes.

Água de injeção não pode ser usada para este propósito. Usar um diluente incorreto pode resultar em dano para a vacina e/ou reações graves para aquele que estiver recebendo a vacina.

O diluente não deve ser congelado, mas deve ser refrigerado entre +2ºC e +8ºC antes da reconstituição.

Preço

Sem ofertas

Remedios relacionados

Este sitio utiliza cookies. Continuar usando recurso, acepta los terminos y políticas de tratamiento de datos personales.