facebook vkontakte e signs star-full

Riopan Plus - Bula

Principio activo: Magaldrato + Dimeticona

Composição

Cada comprimido mastigável contém

800 mg de magaldrato (aluminato de magnésio hidratado, contendo no mínimo 80% de magaldrato anidro) e 100 mg de dimeticona. 

Excipientes: sorbitol, macrogol, dióxido de silício, lactose, metilcelulose, aroma de menta, araquidato de cálcio, amido e álcool isopropílico.

Cada ml da suspensão contém

80 mg de magaldrato (aluminato de magnésio hidratado, contendo no mínimo 80% de magaldrato anidro) e 10 mg de dimeticona. 

Excipientes: goma arábica, hipromelose, óleo de hortelã-menta, mentol, ciclamato de sódio, sulfato de prata, digliconato de clorexidina e água purificada.

Para que serve

Riopan Plus é indicado para o tratamento de hiperacidez gástrica e de flatulência de qualquer causa:

Azia, esofagite de refluxo, gastrite aguda e crônica, úlcera gástrica e duodenal; distúrbios funcionais do estômago (intolerância a certos alimentos ou medicamentos), irritação gástrica devido ao consumo de álcool, fumo ou café. Riopan Plus é especialmente indicado quando os distúrbios acima sejam acompanhados de retenção de gases, eructações (arrotos) freqüentes, meteorismo, aerofagia ou distensão abdominal.

Como Riopan Plus funciona? 

Riopan Plus é uma combinação de um antiácido (magaldrato) e de um antiflatulento (dimeticona).

O magaldrato neutraliza o ácido do estômago, aumentando o pH e reduzindo a hiperacidez. A dimeticona age rompendo as bolhas de gás formadas por razões diversas no tubo digestivo, eliminando-as.

Contraindicação

Riopan Plus é contraindicado nos casos de alergia conhecida aos componentes da fórmula e para pacientes com insuficiência renal. 

Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos de idade. Não existe experiência suficiente no tratamento desta faixa etária com o produto.

Como usar

Comprimidos

Os comprimidos, de sabor agradável, não devem ser deglutidos por inteiro, mas mastigados e dissolvidos inteiramente na boca. 

Suspensão

O frasco da suspensão deve ser agitado antes de ser usado.

Posologia:

Siga corretamente o modo de usar.

Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico.

Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista. 

Comprimidos

Em casos de distúrbios gástricos leves, como distúrbios funcionais do estômago (intolerância a certos alimentos ou medicamentos), irritação gástrica devido ao consumo de álcool, fumo ou café, especialmente quando associados  a quadros de flatulência e distensão abdominal por excesso de gases, a dose recomendada é de um comprimido quando da ocorrência de sintomas, quatro vezes ao dia, de preferência uma hora após as refeições e ao deitar, ou a critério médico. Não ultrapassar a dose máxima de oito comprimidos por dia.

Esta dose máxima não deve ser administrada por período superior a duas semanas. Em casos de gastrite ou úlcera gástrica, um comprimido, quatro vezes ao dia (sempre uma hora após as principais refeições e antes de deitar).

Esta medicação deve ser mantida por pelo menos quatro semanas.

Quando necessário, esta dose pode ser aumentada para até oito comprimidos ao dia. Conforme indica a experiência, a úlcera duodenal requer doses maiores e medicação regular. Nestes casos recomendam-se, salvo prescrição médica diferente, um a dois comprimidos, setevezes ao dia (uma e três horas após as principais refeições e antes de deitar).

Estudos recentes mostram que doses muito menores de magaldrato (3,2 g/dia, divididos em duas a três tomadas) são tão eficazes no tratamento da úlcera duodenal quanto as altas doses tradicionalmente usadas.

Este tratamento deve ser continuado até no mínimo quatro semanas após o desaparecimento dos sintomas subjetivos. 

Suspensão

Em casos de distúrbios gástricos leves, como distúrbios funcionais do estômago (intolerância a certos alimentos ou medicamentos), irritação gástrica devido ao consumo de álcool, fumo ou café, especialmente quando associados a quadros de flatulência e distensão abdominal por excesso de gases, a dose recomendada é de duas colheres de chá (10 ml) da suspensão quando da ocorrência de sintomas, quatro vezes ao dia, de preferência uma hora após as refeições e ao deitar, ou a critério médico. Não ultrapassar a dose máxima de 80 ml da suspensão por dia. Esta dose máxima não deve ser administrada por período superior a duas semanas.

Em casos de gastrite ou úlcera gástrica, duas colheres de chá (10 ml), quatro vezes ao dia (sempre uma hora após as principais refeições e antes de deitar).

Esta medicação deve ser mantida por pelo menos quatro semanas.

Quando necessário, esta dose pode ser aumentada para até 16 colheres de chá (80 ml) da suspensão ao dia. Conforme indica a experiência, a úlcera duodenal requer doses maiores e medicação regular. Nestes casos recomendam-se, salvo prescrição médica diferente, duas a quatro colheres de chá (10 a 20 ml) da suspensão, sete vezes ao dia (uma e três horas após as principais refeições e antes de deitar). Estudos recentes mostram que doses muito menores de magaldrato (3,2 g/dia, divididos em duas a três tomadas) são tão eficazes no tratamento da úlcera duodenal quanto as altas doses tradicionalmente usadas.

Este tratamento deve ser continuado até no mínimo quatro semanas após o desaparecimento dos sintomas. A não ser em indicações muito especiais e sob cuidadosa supervisão médica, aconselha-se não ultrapassar a dose máxima de 80 ml da suspensão (16 colheres de chá)  por dia ou administrar esta dose diária máxima durante período superior a duas semanas. 

O que fazer quando eu me esquecer de usar Riopan Plus? 

Caso você tenha esquecido de tomar uma dose, tome o medicamento assim que possível. Se estiver muito perto do horário da próxima dose, aguarde e tome somente uma única dose. Não tome duas doses ao mesmo tempo ou uma dose extra para compensar a dose perdida. 

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico ou cirurgião-dentista.

Precauções

Agitar o frasco da suspensão antes de usar.

Sendo bem tolerado e também livre de sacarose e pobre em sódio, Riopan Plus pode ser administrado inclusive a pacientes diabéticos ou hipertensos. Se os sintomas persistirem por mais de duas semanas durante o tratamento, deve-se realizar um exame clínico para excluir a presença de alguma doença maligna.

A neutralização do suco gástrico aumenta o risco de crescimento de micro-organismos patogênicos na mucosa gástrica, principalmente em pacientes com outras doenças graves, as quais devem ser informadas ao médico. Riopan Plus pode ser administrado a pacientes com hipertensão arterial, pois contém baixo teor de sódio. 

Gravidez e amamentação:

Durante a gravidez, Riopan Plus deve ser usado apenas por curto período, a fim de evitar sobrecarga de alumínio para o feto. Não existem dados sobre a excreção de magaldrato no leite humano, mas admite-se que os compostos de alumínio passem para o leite.

Devido à baixa absorção, acredita-se não haver risco para o recém- nascido. 

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término.

Informe seu médico se estiver amamentando. 

Pacientes pediátricos:

Riopan Plus não deve ser administrado a crianças menores de 12 anos. 

Pacientes idosos:

Não existem restrições ou cuidados especiais quanto ao uso de Riopan Plus por pacientes idosos. 

Pacientes portadores de doenças dos rins (nefropatias):

Não devem fazer uso prolongado da dose máxima, exceto sob expressa recomendação e vigilância médica. 

Pacientes com função renal prejudicada (clearance de creatinina <30 ml/min):

Somente devem fazer uso de Riopan Plus com regular monitoração dos níveis de magnésio e alumínio no sangue. 

Pacientes que necessitam de diálise:

Devem ter cuidadosa e particular atenção devido à possível relação entre elevados níveis de alumínio sérico e o desenvolvimento de encefalopatias. 

No diabetes mellitus:

O comprimido mastigável de Riopan Plus contém amido de milho. Riopan Plus não contém sacarose.

Uso com outras substâncias:

Da mesma forma que outros preparados antiácidos, Riopan Plus pode interferir na absorção de alguns medicamentos, como tetraciclinas, derivados de quinolonas (ciprofloxacino, ofloxacino e norfloxacino), digoxina, benzodiazepínicos, bisfosfonatos, derivados imidazólicos (fluconazol e outros), cimetidina, compostos de ferro, indometacina, isoniazida, clorpromazina e hormônios tireoidianos. Portanto, a administração de outros medicamentos deve ser feita com um intervalo de uma a duas horas após a administração de Riopan Plus.

A absorção de levodopa aumenta quando administrada  simultaneamente com Riopan Plus.

Pode-se observar uma possível potencialização dos efeitos anticoagulantes dos derivados da cumarina. A administração concomitante de outros antiácidos contendo alumínio e de bebidas ácidas (sucos de fruta, vinho, etc.) aumenta a absorção intestinal do alumínio. O mesmo se aplica a comprimidos efervescentes contendo ácido cítrico ou tartárico. 

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Reações Adversas

Os eventos adversos relatados com o uso deste medicamento são em geral leves e transitórios, variando sua incidência e intensidade de paciente a paciente, raramente requerendo a suspensão da medicação. 

Reação muito comum (ocorre em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento):

Fezes amolecidas.

Reação muito rara (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento):

Diarreia. 

Reações de freqüência desconhecida (seja pela escassa descrição em literatura, ou por se tratar de reações derivadas de situações clínicas específicas):

O sorbitol, constituinte de Riopan Plus  comprimidos mastigáveis, pode causar desconforto estomacal.

Com administração prolongada de altas doses em pacientes com insuficiência renal, o alumínio pode ser depositado no tecido nervoso e ósseo e pode ocorrer depleção de fosfato. 

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também a empresa através de seu serviço de atendimento.

Superdosagem

Até o momento não foram relatados sintomas relacionados a superdose. Na eventualidade de ingestão acidental de doses muito acima das preconizadas, procure imediatamente assistência médica.

Informe ao médico o medicamento que utilizou, a dose (quantidade) e os sintomas presentes. 

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001 se você precisar de mais orientações.

Cuidados de Armazenamento

Conservar o produto à temperatura ambiente (15°C a 30°C). 

Evite o congelamento da suspensão.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem. 

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua em embalagem original. 

Características físicas

Comprimidos mastigáveis

Riopan Plus comprimidos mastigáveis são redondos, de cor branca a levemente amarelada, odor de menta. 

Suspensão

Riopan Plus suspensão tem cor branco-acinzentada e sabor e odor característicos de menta.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo. 

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Dizeres Legais

MS – 1.0639.0112 

Farm. Resp.: Carla A. Inpossinato - CRF-SP nº 38.535 

Takeda Pharma Ltda.  Rodovia SP 340 S/N, km 133,5  Jaguariúna - SP  CNPJ 60.397.775/0008-40 

Indústria Brasileira 

Siga corretamente o modo de usar; não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

Preço

A partir de R$27.39
Este sitio utiliza cookies. Continuar usando recurso, acepta los terminos y políticas de tratamiento de datos personales.