facebook vkontakte e signs star-full

Rifamicina Sódica - Bula

Para que serve

Este medicamento é destinado ao tratamento tópico das infecções de superfície, causadas por microrganismos sensíveis à Rifamicina Sódica:

Ferimentos e feridas infectadas; Queimaduras; Furúnculos; Piodermites; Dermatoses infectadas; Úlceras varicosas, pós-flebíticas, ateroscleróticas e diabéticas; Dermatites eczematoides; Curativos de feridas pós-cirúrgicas infectadas (adenites, panarícios, supurações de parede).

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Rifocina. 

Contraindicação

Rifamicina Sódica (substância ativa) está contraindicada a pacientes com história de hipersensibilidade a qualquer rifamicina ou a outro componente da formulação.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Rifocina. 

Como usar

Para aplicação dentro de cavidade ou para lavagem de cavidade após aspiração do conteúdo purulento, e possibilidade de limpeza com solução salina.

Para aplicação externa (para lesões, feridas ou furúnculos) ou para preparação de curativos ou compressas.

Pulverizar a área afetada a cada 6-8 horas, ou a critério médico.

Para uma aplicação eficaz, pressione repetidamente a válvula, mantendo o frasco em posição vertical (em pé).

Rifamicina Sódica (substância ativa) pode ser associada com a administração de outros antibióticos sistêmicos.

Para Rifamicina Sódica (substância ativa) segue o procedimento de limpeza descrito abaixo:

Procedimento de Limpeza

Após o uso, limpe cuidadosamente o orifício do atuador com um lenço de papel ou pano limpo e recoloque a tampa.

Em caso de não funcionamento do spray, remova o atuador e mergulhe-o em água morna por alguns minutos, recoloque-o em seguida.

Pressione o atuador sobre o frasco conforme necessário, até que um pulverizado seja obtido e use normalmente.

Não há estudos dos efeitos de Rifamicina Sódica (substância ativa) administrado por vias não recomendadas. Portanto, por segurança e para garantir a eficácia deste medicamento, a administração deve ser somente por via tópica.

Atenção: não utilizar na cavidade oral.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Rifocina. 

Precauções

Superinfecção

Assim como ocorre com outros antibióticos, o uso prolongado de Rifamicina Sódica (substância ativa) pode resultar no crescimento concomitante de organismos não-suscetíveis (particularmente estafilococos). Avaliação repetida das condições do paciente é essencial. Se ocorrer superinfecção, o tratamento deve ser interrompido e medidas terapêuticas apropriadas devem ser aplicadas.

A administração de Rifamicina Sódica (substância ativa) deve ser restrita a um período de tempo limitado e, sempre que possível, o tratamento deve ser realizado com baixas doses e alternado com outros agentes terapêuticos.

Evitar aplicação em áreas extensas, próximo ao interior do ouvido ou em contato com tecido nervoso.

Atenção: não utilizar na cavidade oral.

Gravidez e lactação

Categoria de risco na gravidez: C. Rifamicina Sódica (substância ativa) não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Rifamicina Sódica (substância ativa) deve ser utilizada durante a gravidez somente se o benefício potencial justificar o risco potencial para o feto. Não são conhecidos dados que contraindiquem o uso de Rifamicina Sódica (substância ativa) durante a amamentação.

Populações especiais

Pacientes Idosos

Não há advertências e recomendações especiais sobre o uso adequado desse medicamento por pacientes idosos.

Alterações na capacidade de dirigir veículos e operar máquinas

A Rifamicina Sódica (substância ativa) não interfere na capacidade de dirigir ou operar máquinas.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Rifocina. 

Advertências do Rifamicina Sódica

Rifamicina Sódica (substância ativa) contém metabissulfito de potássio. Em pessoas suscetíveis, particularmente em asmáticos, esta substância pode causar reações alérgicas e crises asmáticas severas.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Rifocina. 

Reações Adversas

Reação muito comum (> 1/10); Reação comum (> 1/100 e ≤ 1/10); Reação incomum (> 1/1.000 e ≤ 1/100); Reação rara (> 1/10.000 e ≤ 1/1.000); Reação muito rara (≤ 1/10.000).

Rifamicina Sódica (substância ativa) pode causar uma pigmentação predominantemente vermelho-alaranjada na pele e/ou fluidos (incluindo pele, dentes, língua, urina, fezes, saliva, escarro, lágrimas, suor e fluido cerebroespinhal). Lentes de contato, dentes ou dentaduras podem tornar-se permanentemente manchados.

Têm sido relatados raros casos de reações dolorosas ou alérgicas no local de aplicação. Em casos excepcionais, tem sido relatada a possibilidade de reações severas de hipersensibilidade sistêmica incluindo choque ou reações anafiláticas, após a aplicação tópica em lesões cutâneas contínuas ou outras regiões do corpo.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Rifocina.

Preço

A partir de R$26.79
Este sitio utiliza cookies. Continuar usando recurso, acepta los terminos y políticas de tratamiento de datos personales.