facebook vkontakte e signs star-full

Rifabutina - Bula

Para que serve

Infecções provocadas por micobactérias |M. tuberculosis, complexo M. avium-intracellulare (MAC)| e outras micobactérias atípicas. Profilaxia em pacientes neutropênicos e imunossuprimidos com níveis de CD4 iguais ou inferiores a 200/mL.

Contraindicação

Hipersensibilidade ao fármaco ou aos derivados da rifampicina. Gravidez e lactação.

Como usar

Pode ser administrada como antibiótico único por via oral e em uma única dose diária independentemente das refeições em doses de 300mg. Quando combinado em esquemas terapêuticos com outros quimioterápicos a dose aconselhada é de 450-600mg diários. Para micobactérias não-tuberculosas deve administrar-se durante 6 meses após resultados negativos dos cultivos. Em pacientes com tuberculose pulmonar crônica multirresistente indicam-se 300-450mg diários durante 6 meses após resultado bacteriológico negativo e em tuberculose pulmonar de diagnóstico recente 150mg/dia durante 6 meses.

Precauções

Pode colorir a pele, urina e secreções (vermelho-alaranjado). As lentes de contato moles podem ficar manchadas de forma permanente. Empregar com precaução em pacientes com insuficiência hepática ou renal grave, nos quais a dose deverá ser reduzida à metade. Durante os tratamentos prolongados, controlar a função medular e hepática, especialmente quando forem realizados tratamentos associados.

Reações Adversas

Ocasionalmente em terapias prolongadas observam-se náuseas, vômitos, icterícia, aumento das enzimas hepáticas. Também em nível hemático, leucopenia, anemia e trombocitopenia, especialmente quando associado com isoniazida. Mialgias, artralgias, febre, rash cutâneo, eosinofilia e, excepcionalmente, broncospasmo, choque, reações de hipersensibilidade. Com doses superiores a 1.000mg/dia durante tratamentos prolongados pode causar uveíte.

Preço

Sem ofertas
Este sitio utiliza cookies. Continuar usando recurso, acepta los terminos y políticas de tratamiento de datos personales.