facebook vkontakte e signs star-full

Nifelat - Bula

Principio activo: Atenolol + Nifedipino

Para que serve

- Está indicado no tratamento da hipertensão arterial, na doença arterial coronariana e angina crônica estável.

Contraindicação

- Esta contra-indicado em casos de choque cardiogênico, infarto recente do miocárdio, bradicardia acentuada, hipotensão acentuada, asma brônquica. - Não deve ser administrado: em pacientes usando amiodarona, nem junto com verapamil. - Pacientes com hipersensibilidade conhecida aos princípios ativos. - Durante Gravidez e Lactação.

Como usar

Uso Oral.

Adultos: Tomar um comprimido 1 vez ao dia.

Precauções

O uso de Atenolol + Nifedipino (substância ativa) não é recomendado ou deve ser feito com muita cautela em pacientes com angina pectoris severa e/ou estenose importante de três vasos coronários.

Em pacientes portadores de doenças respiratórias obstrutivas, um eventual broncoespasmo ocorrido com o emprego de Atenolol + Nifedipino (substância ativa) pode ser rapidamente eliminado com broncodilatadores habituais como salbutamol, fenoterol ou isoprenalina. Devido à ação hipotensora do medicamento, a capacidade de reação pode variar individualmente, fato que deve ser considerado ao dirigir veículos ou operar máquinas, em especial no início do tratamento.

Não existe ainda suficiente experiência sobre o uso da associação nifedipino e atenolol em pacientes com insufici- ência renal severa.

Deve ser introduzido somente após compensação em pacientes com insuficiência cardíaca descompensada.

O tratamento não deve ser descontinuado abruptamente. Em caso de cirurgia concomitante com o tratamento com Atenolol + Nifedipino (substância ativa), deve-se tomar cuidado com agentes anestésicos, tais como: éter, ciclopropano e tricloroetileno.

Se ocorrer dominância vagal, a atropina (injeção de 1 a 2 mg por via intravenosa) pode corrigi-la.

Gravidez e Lactação

Como ocorre com qualquer droga, Atenolol + Nifedipino (substância ativa) não deve ser administrado na gravidez, a não ser que o seu uso seja essencial. Deve-se avaliar os possíveis riscos contra os benefícios, quando a droga for usada por mulheres grávidas ou que possam engravidar.

É possível sua excreção no leite materno, portanto, não é recomendado seu uso por mães que amamentam.

Reações Adversas

Ao início do tratamento podem ocorrer: fadiga, sensação de vertigem, cefaléia, sensação de calor na face (flush), sudorese e edema de membros inferiores. Estes fenômenos são de intensidade discreta e, em geral, desaparecem em 1 a 2 semanas.

Eventualmente e bem mais raramente, foram observados gastralgia, eritema cutâneo, bradicardia, hipotensão, parestesia nos braços e nas pernas, sensação de frio nos membros, fraqueza muscular e cãibras.

Em pacientes com tendência a broncoespasmos (p.ex.: bronquite asmática) é possível a ocorrência de dispnéia em virtude do aumento da resistência das vias aéreas devido à seletividade beta1 do atenolol.

É muito rara a ocorrência de distúrbios do sono (do tipo observado com o uso de outros beta-bloqueadores). Pode também, raramente, acontecer “rashes” cutâneos e/ou olhos secos. Caso ocorra alguma reação que não possa ser explicada por outra causa, deve-se considerar a interrupção da terapêutica, que deve ser de maneira gradativa.

Preço

Sem ofertas
Este sitio utiliza cookies. Continuar usando recurso, acepta los terminos y políticas de tratamiento de datos personales.