facebook vkontakte e signs star-full

Glucanato de Cálcio + Lactogliconato de Cálcio + Ácido Cítrico + Ácido Ascórbico - Bula

Para que serve

Aumento da demanda de cálcio e ácido ascórbico, como durante a gravidez e a lactação, durante as fases de crescimento rápido (infância e adolescência), em idades avançadas ou durante doenças infecciosas ou períodos de convalescença. Tratamento da deficiência de cálcio e ácido ascórbico. Adjuvante em gripes e resfriados.

Contraindicação

 Hipersensibilidade aos princípios ativos ou a qualquer um dos componentes do produto;  Doença e/ou condições que resultam em hipercalcemia e/ou hipercalciúria;  Nefrocalcinose, nefrolitíase.  Hipervitaminose C.

Este medicamento é contraindicado para menores de 7 anos de idade.

Este medicamento pode ser utilizado durante a gravidez desde que sob orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Atenção diabéticos: este medicamente contém Sacarose.

Como usar

Os comprimidos efervescentes devem ser dissolvidos em um copo de água (aproximadamente 200 mL) e ingeridos imediatamente.

Glucanato de Cálcio + Lactog de Cálcio + Ácido Cítrico + Ácido Ascórbico pode ser administrado junto ou imediatamente após uma refeição.

Adultos e crianças com mais de 7 anos:

1 comprimido efervescente ao dia.

Precauções

O monitoramento da excreção de cálcio na urina é necessário para pacientes com hipercalciúria leve (excedendo 300 mg/24 horas ou 7,5 mmol/24 horas) ou com histórico de cálculos urinários. Se necessário, a dose de cálcio deve ser reduzida ou a terapia deve ser descontinuada. Um consumo aumentado de fluidos é recomendado para pacientes propensos à formação de cálculos no trato urinário.

Em pacientes com função renal reduzida, os sais de cálcio devem ser tomados sob supervisão médica, com monitoramento dos níveis séricos de fosfato e cálcio.

Em terapias com altas doses e especialmente durante tratamentos com vitamina D, existe o risco de hipercalcemia com subsequente disfunção renal. Nesses pacientes o nível de cálcio sérico e a função renal devem ser monitorados.

Em pacientes com insuficiência renal grave o consumo diário de 50 a 100 mg de ácido ascórbico não deve ser excedido, devido ao risco de hiperoxalemia e formação de depósitos de oxalato nos rins.

Cálcio e ácido ascórbico devem ser usados com precaução em pacientes que eliminam oxalato na urina.

Houve relatos de literatura referindo-se indiretamente à possível absorção aumentada de alumínio em tratamentos com sais à base de citrato. Glucanato de Glucanato de Cálcio + Lactog de Cálcio + Ácido Cítrico + Ácido Ascórbico (substância ativa). que contém ácido cítrico deve ser utilizado com cautela em pacientes com função renal gravemente reduzida, especialmente naqueles que recebem preparações contendo alumínio.

Os pacientes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose ou má absorção de glicose-galactose não devem tomar este medicamento.

Glucanato de Glucanato de Cálcio + Lactog de Cálcio + Ácido Cítrico + Ácido Ascórbico (substância ativa). contém 0,27 g de sódio por comprimido, devendo ser levado em conta por pacientes que requerem uma dieta baixa em sódio.

Informações para diabéticos

Cada comprimido efervescente de Glucanato de Glucanato de Cálcio + Lactog de Cálcio + Ácido Cítrico + Ácido Ascórbico (substância ativa). contém 2 g de açúcar, o que deve ser levado em conta por pacientes diabéticos.

Atenção diabéticos: este medicamente contém sacarose.

Efeitos na habilidade de dirigir ou operar máquinas

Não há nenhum efeito conhecido na habilidade de dirigir ou operar máquinas causado pela ingestão de Glucanato de Glucanato de Cálcio + Lactog de Cálcio + Ácido Cítrico + Ácido Ascórbico (substância ativa).

Uso em idosos, crianças e outros grupos de risco

Não há advertências ou precauções além daquelas descritas anteriormente. Glucanato de Glucanato de Cálcio + Lactog de Cálcio + Ácido Cítrico + Ácido Ascórbico (substância ativa). deve ser usado somente em crianças acima de 7 anos de idade.

Gravidez e lactação

Glucanato de Glucanato de Cálcio + Lactog de Cálcio + Ácido Cítrico + Ácido Ascórbico (substância ativa). não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Em mulheres grávidas, a superdose de cálcio deve ser evitada uma vez que, a hipercalcemia foi relacionada a efeitos adversos no desenvolvimento do feto.

O consumo diário padrão para mulheres grávidas e lactantes (incluindo alimentos e suplementação) deve ser de 1.000 mg a 1.300 mg de cálcio, porém não excedendo 1.500 mg diários. Estudos epidemiológicos com cálcio oral não mostraram nenhum aumento de risco teratogênico para os fetos.

Apesar de o ácido ascórbico ser secretado no leite e atravessar a barreira placentária, não há evidências de que o ácido ascórbico cause riscos para o feto ou o lactente; muito pelo contrário, estudos mostram benefícios no desenvolvimento com seu uso.

Altas doses de ácido ascórbico não são recomendadas em mulheres grávidas, devido a possibilidade de sintomas de sua deficiência em neonatos e crianças.

Este medicamento pode ser utilizado durante a gravidez desde que sob orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Reações Adversas

Glucanato de Cálcio + Lactog de Cálcio + Ácido Cítrico + Ácido Ascórbico pode causar reações de hipersensibilidade inclusive rash cutâneo, prurido, urticária e outras reações alérgicas sistêmicas inclusive reação anafilática, edema facial, edema angioneurótico.

Foram observados casos incomuns como hipercalcemia, hipercalciúria e casos raros como desordens gastrointestinais como náusea, diarreia, dor abdominal, constipação, flatulência e vômito, foram relatados. Cálculos urinários também foram observados.

As reações adversas estão listadas abaixo, por sistemas e frequência. As frequências são definidas como:

Muito comum (>1/10); Comum (>1/100 a < 1/10); Incomum (>1/1.000 a < 1/100); Rara (>1/10.000 a <1/1.000); Muito rara (<1/10.000); Não conhecida (que não podem ser estimados de informações disponíveis).

Juntamente com agrupamento de frequência, reações adversas são apresentadas em ordem decrescente de gravidade.

Desordens no sistema imune

Rara (>1/10.000 a < 1/1.000):

Hipersensibilidade.

Muito raro (<1/10.000):

Casos isolados de reações alérgicas sistêmicas (reação anafilática, edema facial, edema angioneurotico) foram reportados.

Desordens metabólicas e nutricionais

Incomum (>1/1.000 a < 1/100):

Hpercalcemia, hipercalciúria.

Desordens gastrointestinais

Rara (>1/10.000 a < 1/1.000):

Flatulência, constipação, diarreia, náusea, vômito, dor abdominal

Desordens renais e urinárias

Desconhecidas:

Cálculo urinário (formação de cálculo no trato urinário após tratamento prolongado com altas doses de cálcio e ácido ascórbico)

Desordens de pele e tecido subcutâneo

Rara (>1/10.000 a < 1/1.000):

Rash cutâneo, prurido, urticária.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Riscos

Não use este medicamento em caso de doença grave dos rins.

Preço

Sem ofertas
Este sitio utiliza cookies. Continuar usando recurso, acepta los terminos y políticas de tratamiento de datos personales.